O Caminho de Santiago de Compostela: uma jornada espiritual

Salut! Como vocês estão? Hoje eu venho contar a vocês sobre uma viagem que irei fazer, que tem um grande significado espiritual para mim. Já ouviram falar sobre o caminho de Santiago de Compostela? São na verdade várias rotas que se pode fazer a pé em direção a Santiago de Compostela, cidade espanhola onde se localiza a tumba do apóstolo Tiago, que deu origem a essa peregrinação. Além de Tiago, o apóstolo Pedro também foi enterrado na Europa, em Roma. Algumas das rotas conhecidas são o Caminho da Costa, o Francês, o Vasco, o Lebaniego.

aeroporto-paris
No aeroporto de Paris, rumo ao início da caminhada (Foto: Acervo pessoal)

A ideia de fazermos a viagem foi do meu esposo Delson, que sempre planeja nossas viagens e ama explorar novos destinos. Para mim, fazer essa caminhada é um sonho a ser realizado. Serão dias muito importantes em nossas vidas, uma jornada de autoconhecimento e renovação espiritual. Faremos o caminho português, passando primeiro por Tuí, e então Porrino, Redondela, Pontevedra e por aí em diante…

caminho-portugues
Escolhemos seguir o caminho protuguês, iniciando em Tui (Foto: Reprodução)

A primeira peregrinação é atribuída a Gotescalco, arcebispo de Le Puy, que partiu da Aquitânia no ano 950 acompanhado de uma comitiva. O caminho, que já foi feito por São Francisco de Assis, se tornou muito popular e milhares de pessoas o fazem todos os anos. Ele foi declarado Primeiro Itinerário Cultural Europeu em 1987 e Património da Humanidade Na Espanha em 1993. Hoje muitos albergues e restaurantes foram abertos em localidades que fazem parte de muitos dos caminhos.

caminhada-de-santiago
Lindas paisagens fazem parte do Caminho de Santiago (Foto: Reprodução)

O itinerário requer toda a uma preparação física e mental para ser enfrentado. É importante não carregar peso e utilizar sapatos adequados para que você não tenha problemas e acabe desistindo da caminhada. Ao final, o viajante recebe um documento que certifica que ele percorreu o caminho. Ele é emitido após a apresentação de uma credencial que mostra que o peregrino concluiu os 100 últimos quilômetros a pé ou a cavalo ou os últimos 200km de bicicleta.

santiago-de-compostela
O trajeto é feito por milhares de pessoas todo ano (Foto: Reprodução)

O mais interessante dessa jornada é que a experiência varia dependendo do caminho que se escolhe seguir (são mais de cem), além da estação do ano na qual se está quando se faz a caminhada. Nunca é a mesma caminhada para todas as pessoas, as percepções mudam e cada aspecto do percurso toma um significado diferente na vida de cada um. Essa é uma das características que mais me fascina nessa jornada, pois estou sempre em busca de novos sentimentos e significados pelos lugares no mundo por onde passo. E vamos dar início à caminhada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *